Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Os cavalos garranos, em risco de extinção

Garrano é uma raça de cavalo nativa do Norte de Portugal, utilizada desde há muitos séculos como animal de carga e trabalho. Devido ao seu tamanho é considerado um poney. Habita actualmentre a Serra do Gerez, tendo em tempos habitado o Minho e Trás-os-Montes donde é oriundo. É uma espécie protegido devido ao risco de extinção em que esteve sujeito até há pouco tempo.

O Garrano é uma raça de equídeo que sobrevive nas serranias agrestes do Norte. Já no Paleolítico foram feitas pinturas rupestres, onde representava um cavalo com configuração e estatura muito semelhante ao actual Garrano.

Ainda hoje é possível avistar esta raça em liberdade, no Parque Nacional da Peneda Gerês, onde frequentemente passeiam, em liberdade, ao sabor do melhor pasto ou de uma colina mais abrigada.

Aos cavalos criados em cativeiro, foram essencialmente atribuídas tarefas ligadas à agricultura, embora também sirvam como cavalo de sela, sendo que este não é um papel que o Garrano assuma com muita convicção.

Apesar de pequeno, o Garrano tem a força e a corpulência próprias de um cavalo nórdico, embora não se conheçam quaisquer ligações que não sejam as ancestrais, quando do aparecimento da espécie.

Em liberdade, a manada de Garranos é um harém de fêmeas e um único macho adulto, que defende o seu grupo de qualquer intruso, seja ele outro cavalo ou mesmo um lobo, que enfrenta para proteger as crias.

Contudo, não é muito alta a natalidade e a sobrevivência de crias nesta raça, nas condições descritas. A sua utilização neste momento vai pouco para além do turismo rural e dos passeios campestres.

Em adulto a sua estatura média ronda os 1,25 m e o seu peso os 250 kg. A cor típica dos Garranos é o alazão.

  • A Sefarad - Associação Cultural e o fotógrafo Danilo Pavone estão a desenvolver um projecto de cariz ambiental, direccionado para a temática da preservação da raça Garrana.
    Dar a conhecer esta raça e alertar para os problemas relacionados com a sua sobrevivência são os objectivos desta iniciativa que tem como ponto de partida um levantamento fotográfico intensivo, resultado de um ano de observação directa destes animais.
    Danilo Pavone acompanhou e registou o ritmo sazonal dos cavalos em estado selvagem, procurando ainda captar outras facetas da sua existência, nomeadamente ao nível da relação com o ser humano. "Garrano: uma raça em extinção" é, pois, o título de um trabalho fotográfico que se pretende venha a estar patente ao público em vários espaços de interesse cultural e pedagógico, associado, sempre que possível, a palestras que contribuam para a divulgação desta raça e dêm a conhecer, de forma rigorosa, os problemas com a qual se debatem os que procuram resgatá-la a um destino ameaçado.
    A Sefarad - Associação Cultural agradece ao Dr. José António Matos Vieira Leite a colaboração e interesse com que acolheu este projecto.

 

Os cavalos garranos:

gg

 

publicado por cavalospedro às 17:14
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. resumo da aula de t.c.i d...

. cavalos P.S.L e P.S.A

. Cavalo P.S.L

. P.S.A

. cavalos p.s.a ( puro sang...

. Resumo da aula de T.C.I d...

. Isabeis

. cavalos

. cavalos nas cercas.

. Constituíção dos cavalos.

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

SAPO Blogs

.subscrever feeds